A Comissão Nacional de Homenagem a Aristides de Sousa Mendes

- 1 - A Comissão
- 2 - As suas publicações
- 3 - A Exposição

- 1 - A Comissão (Comité) foi criada no mês de Março de 1988 em Bordeus, é composta de bordeleses e representantes da Comunidade judaica, da Comunidade portuguêsa. Foi ela que tomou as principais iniciativas que chegaram à implantação e inauguração do busto na "Esplanade Charles de Gaulle", junto ao Monumento da Resistência,


(Foto Claude Petit "Sud-Ouest") reconhecemos : O Presidente Mario Soares, Marie Rose Faure Sousa Mendes, Maria Barroso e o Sr Manuel Dias.

...e duma placa comemorativa, na porta da entrada do antigo consulado de Bordéus, no N°14 dos Cais Louis XVIII, neste mesmo dia do 29 de Maio de 1994.
>

(Foto David Antunes), Toda a famiia reunida em frente da porta do antigo consulado de Bordéus.

No final da cerimónia, o "Comité" ofereceu ao Presidente Mário Soares, e à família do Cônsul, a BD "Bordeaux dans la Tourmente". O seu autor Jocelyn Gille, aceitou completá-la, juntando a história do Cônsul, ate então desconhecida... BD.

==========================================================

Mas este "Comité" tem uma história

Primeiro nas ondas radiófonicas da CODIF, em Bordéus, e atráves do jornal da Federação das Associações Franco-Portuguesas da Aquitânia. Foi preparando os boletins de informações, que descobriram a história de Sousa Mendes, completamente desconhecido em Bordéus. "No dia 27 de junho de 1987, um monumento foi inaugurado a Tel Aviv, para homenagiar este Cônsul de Bordéus que, com a ajuda dos seus filhos, entregou mais de 30 000 vistos, salvando-os dos Campos de concentração e da morte...e no meio deles 10.000 judeus. Em Bordéus, ninguém sabia. A Radio difundiu a informação, e com alguns amigos, o Sr. Manuel Dias e Joaquim Nogueira, em ligação com o Museu Jean Moulin, trabalharam para saber mais. Uma importante documentaçõ chegou da América no princípio de fevereiro 1988.

E foi a partir daqui que o "Comité" foi organizado. Marie Rose a última filha do Cônsul, que morava em Pau, entrou em contacto connosco, e no mês de junho de 1990 tinha a alegria de encontrar, pela primeira vez, o seu irmão João Paulo, vindo dos E.U.A., celebrar em Bordéus os 6O anos de Junho 1940. Ela aceitou ser a Presidente honorária do Comité.
No mês de maio 1992 o Comité acolheu em Bordéus pela rodagem dum film dedicado a Sousa Mendes, "Le Consul proscrit", Diana Andringa a sua equipa e um certo número de pessosa salvas por Sousa Mendes, felizes de contar a sua historia. A presença, em Bordéus desses testemunhos, ajudou os bordeleses a acreditar no que se tinha passado neste mês de junho de 1940. Esta tomada de consciência permitiu a colaboração de todos na preparação da homenagem aos dias 27 e 29 de junho de 1994.
 
Marie Rose Faure Sousa Mendes, e o Irmão.Bernard
. . . . . . .Foto Joaquim Nougueira)

Depois da inauguração do busto, o processo Papon, acusado de colaboração com os nazis, ofereceu aos bordeleses uma nova ocasião para tirar do esquecimento, este diplomata, que ao contrário de Papon, desobedeceu às ordens do seu Governo. O Comité informou o Director do Jornal "Le Monde" desta oportunidade. E foi ele quem encarregou o seu enviado a Bordéus, José Alain Fralon, de se informar e publicar um artigo com respeito a Aristides de Sousa Mendes.

  O artigo foi publicado no dia 31 de setembro 1997. Tinha como título : "Le Juste de Bordeaux", artigo escrito com a colaboração de A. Flucher-Monteiro de Lisboa. Curiosamente, este dia 31 de setembro era o dia aniversário dos 500 anos da data-limite do èdito de D.Manuel I°, obrigando à conversão ou à expulsão dos judeus de Portugal ! Este artigo foi reproduzido pela imprensa de alguns países.

No ano saguinte José Alain Fralon publicou "Le Juste de Bordeaux". Dois meses antes da homenagem do Parlamento Europeu, e foi uma nova oportunidade para um debate publico, em Bordéus, durante a Feira do Livro,por intermédio dum programa
televisivo,por satelite:
Bouillon de Culture.

- Mollat, o editor de Bordéus, encarregou-se de informar a imprensa do mundo inteiro, da publicação deste livro.

Este, com as suas 120 páginas, foi traduzido e editado em português, inglês, alemão.. e editado nos EUA.

O "Comité" continuou a dar a conhecer o seu heróï, através de livrinhos, documentos, conferências... em colaboração com"Interaction Aquitaine Portugal" O artigo mais importante para dar a conhecer o nosso heróï, foi publicado no "Interacion Aquitaine Portugal N°39, de Dezembro 1938, relatando a homenagem do Parlamento Europeu de Estasbourgo:

Aristides de Sousa Mendes,
Consul de Portugal em Bordéus
,

do Sr. João Dinis Lourenço, Vice-Consul de Bordéus
Um artigo no qual o seu autor situa a acção
do Cônsul Sousa Mendes no seu quadro histórico. Como Vice-
Consul de Bordéus, trabalhou com José Seabra, Vice-Consul
de Bordéus em 1940, tendo ao seu dispôr arquivos do consulado.


http://www.sousamendes.com/zasm_nahistoria.htm


A partir de 2001 um capítulo do site da Federação www.Aquitaine-Portugal.com e desde 2004 com um site próprio. O cinquantenário da morte de Sousa Mendes ( 3 de Abril 2004) foi uma nova oportunidade de nos juntar novamente. E com o apoio de personalidades da cidade de Bordéus, do departamento da Gironde, e de algumas associações, em ligação com a Fundação, todos trabalharam para dar a conhecer o nosso heróï. O dinamismo do seu Presidente, o Sr. Manuel Dias, foi determinante (cf. Cinquantenario).

- 2 - As publicações do Comité.

No princípio não tínhamos outro meio para dar a conhecer o nosso heróï que traduzir, copiar e fotocopiar artigos contando a história de Sousa Mendes.

Livrinhos que tínhamos costume de colocar à disposição das pessoas que participavam nas conferências e outras manifestações de homenagens.

En 1994, aproveitamos as celebrações de Bordéus para difundir a BD de Jocelyn Gille :"Bordeaux dans la Tourmente" com um suplemento dedicado a Sousa Mendes.

 

Le Juste de Bordeaux
"Portugais du Siècle"

Para informação das festas de Lisboa e New York do dia 3 de Avril de 2.000, com a tradução dos artigos da imprensa publicados neste ocasião.

Este livro apresentava igualemento a tradução dum artigo de Antonio Carlos Carvalho da Revista dos "Estudos Judaïcos" e de dois artigos do fr. B.Rivière: "Le Converti de Juin 40" - ( 60 pages).

°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°

Un juste parmi les nations

Les Documents
- A 1°parte com a tradução francesa de "Fright Trough Hell". Em 1948, quando morreu a sua mãe, Sébastien, da sua longínqua America, onde se tinha refugiado, prometeu a seu paí que contaria ao mundo inteiro, o que ele
tinha feito em Bordéus, em 1940... Mas, para encontrar comprador, relata, na forma duma romance tudo o que se passou, não só com respeito a seu pai...mas tambem a si mesmo. "Todo o que escreveste é correcto", disse-lhe este após leitura do manuscrito"cf Sébastien raconte
"
- Na 2a parte encontram-se reunidos os mais importantes testemunhos recolhidos por Joana e Teresinha de algumas pessoas salvas pelo pai. Respostas jà publicadas em 1968, na segunda edição do livro..." - A 3a parte, constituida de vários documentos relativos à reabilitação e homenagens que seguiram, em Lisboa, Bordéus e no Parlamento Europeu. O livro foi imprimido pela Cidade de Bordéus no mês de outubro 2003.

_____________________________________________________________________________
Titre original : Flight trough Hell. - Contient la 1e éd. (1951) et la 2e éd. augm. (1968) de : "La fuite à travers l'enfer"
de M. d'Avranches. - Bibliogr. p. 142. - 2003 d'après la déclaration de dépôt légal. - DLE-20040128-3892. -
940.533 6092 (21) (Br.).Mendes, Aristides de Sousa (1885-1954) -- Biographie - Guerre mondiale (1939-1945)
-- Juifs -- Sauvetage -- France -- Bordeaux (Gironde) -- Sources - BN 39120936
====================================================================

 

"Le Pouvoir de dire NON", livro de
uma centena de páginas que saiu no principio de setembro 2005.

Este livro contem o texto das
numerosas intervenções e
conferências que se
desenrolarem em Bordéus
du dia 3 de Abril até ao dia
11 de Novembro de 2004.

Uma edição que foi possível
graças ao apoio da DRAC
do Conseil Régional d'Aquitaine
do Conseil Général da Gironde
du FASILD

 da Associação Boulevard des Potes

Publicação que comemora o XVII° aniversário da fundação do Comité

 


O Cônsul Desobediente.

Um livro de Sónia LOURO.

Livro O Consul desobediente

Sonia, Antonio e Gerald
Sonia Louro, Antonio e Gerald

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Alguns sites das Comunidades Judaicas brasileiras :
http://www.marchadavida.org.br/textos/Justos/Aristides.asp
http://www.chabad.org.br/biblioteca/artigos/Aristides/home.html
http://www.us-israel.org/jsource/biography/Mendes.html (em Ingles) www.riototal.com.br/comunidade-judaica/juda2d.htm

Algumas intervenções do cinquantenário encontram-se no web: "Le Point" Uma conferencia do Presidente Manuel Dias - Pascal Mateo © Le point 09/06/05 -
www.lepoint.fr/villes/document.html?did=164244

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~


- 3 - Uma EXPOSIÇAO

foi realisada recentamente, com a ajuda de alguns organismos, e colaboração activa de Musique de Nuit. Esta ilustra com 14 painéis toda a história de Aristides de Sousa Mendes e da sua reabilitação. Os 14 painéis estão visíveis aqui mesmo, no final do capítulo:

As suas origens, a sua carreira, Bordéus nestes dias de junho 1940, o seu dever de consciência, Bayonne, Hendaye, O processo, as etapas da reabilitação,

Esta Exposição fica ao dispor de todos os organismos ou estabelecimentos escolares que desejam chamar à atenção dos seus alunos, dos seus administradores, aderentes... O Comité tem possibilidade de procurar o filme "Le Consul proscrit".

Todas as sujestões e ofertas de colaboração serão sempre benvindas.

Comité d'Hommage à Aristides de Sousa Mendes
14 Cours Journu Aubert 33 000 BORDEAUX
Tél : 05 56 29 15 64



Os paineis da Exposição: (Para informação)